Ryanair rasga política laboral com 30 anos para salvar voos de Natal

Ryanair ameaça retaliar em caso de greve e suscita indignação em Itália

Ryanair ameaça retaliar em caso de greve e suscita indignação em Itália

Em comunicado, o administrador Michael O'Leary indicou que enviou cartas para explicar a decisão aos grupos de pilotos em Portugal, Espanha, Alemanha, Itália, Reino Unido e Irlanda convidando-os a dialogar com a empresa.

O diferendo entre os trabalhadores e a administração da empresa agravou-se pelo facto de a Ryanair não reconhecer a representação sindical dos pilotos, dificultando reivindicações e melhorias contratuais em todos os países de actuação. "A Ryanair agora mudará sua política de longo prazo de não reconhecer os sindicatos, como meio de evitar qualquer ameaça de interrupção para seus clientes e seus vôos por parte do sindicato dos pilotos durante a semana de Natal", afirmou.

A companhia está concordando em reconhecer os sindicatos, desde que estes estabeleçam comitês de pilotos da própria Ryanair para lidar com essas questões, afirmando que "não se envolverá com pilotos que voam para companhias aéreas concorrentes na Irlanda ou em qualquer outro lugar".

O SPAC disse ainda que se reserva "no direito de adotar novas medidas, caso a Ryanair continue a recursar-se a negociar de forma construtiva".

Em Portugal, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) convocou uma greve dos pilotos portugueses da Ryanair para a próxima quarta-feira, dia 20, e há mais paralisações marcadas noutros países para o mesmo dia.

A companhia aérea irlandesa ameaçou os seus funcionários que façam greve em Itália com retaliações, suscitando hoje a cólera do Governo italiano e dos sindicatos, que mantêm a paralisação para 15 de dezembro. Não é o meu domínio de competência, mas penso que é preciso intervir. "Não podemos estar no mercado e beneficiar apenas das vantagens sem respeitar as regras", afirmou o ministro do Desenvolvimento Económico, Carlo Calenda, aos jornalistas.

Notícias recomendadas

We are pleased to provide this opportunity to share information, experiences and observations about what's in the news.
Some of the comments may be reprinted elsewhere in the site or in the newspaper.
Thank you for taking the time to offer your thoughts.