Santa Catarina registra morte e estragos com fortes chuvas

Santa Catarina registra morte e estragos com fortes chuvas

Santa Catarina registra morte e estragos com fortes chuvas

Por causa da situação, a prefeitura entrou em estado de alerta e convocou uma comissão de emergência para definir estratégias de prevenção de acidentes.

Há vários pontos de alagamentos e interdições parciais ou totais de estradas, desalojados e desabrigados.

Ainda em Florianópolis, conforme o diretor da Defesa Civil, duas pessoas informaram que viram um homem ser arrastado pela enxurrada no Morro do Quilombo e que ele desapareceu. Os bairros mais atingidos foram Vila Nova, Perequê e Sertão de Santa Luzia. A Secretaria de Obras ainda trabalha na limpeza das pistas.

Até as 21h de quinta, o órgão apontava 485 pessoas desalojadas. "Estamos contabilizando os estragos e trabalhando para limpar os locais afetados e auxiliar todos os que tiveram suas casas invadidas pela água", diz.

Já em Balneário Camboriú, segundo a Defesa Civil, choveu 75 milímetros da meia-noite à uma da manhã, o que foi responsável pelo grande acumulado de água e pelos maiores prejuizos. O principal transtorno são os alagamentos, que se formam rapidamente porque o sistema de drenagem e escoamento de água não consegue comportar tanta chuva.

Santa Catarina registra morte e estragos com fortes chuvas

Ele afirma que foram muitas ocorrências e que os números estão sendo apurados. O rio das Ostras chegou a sair da calha. Dois abrigos foram abertos, na Passarela Nego Quirido, no Centro, e na Escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande. Os casos mais graves envolveram deslizamentos de terra e o desaparecimento de uma pessoa. Ele estava na avenida do Estado, entre Balneário Camboriú e Itajaí. No Ratones, norte da Ilha, uma ponte caiu e moradores ficaram ilhados.

Em São Francisco do Sul a chuva causou alagamentos, deslizamentos e quedas de árvores e muro. Nas demais regiões do Litoral, o total de chuva nestes três dias ficou entre 30mm e 50mm.

Já em São João Batista, na Região Metropolitana de Florianópolis, uma menina de 8 anos morreu e a irmã dela, de 13, ficou ferida depois de uma árvore cair em cima do telhado da garagem onde elas brincavam, na tarde dessa quarta-feira, 10. A Defesa Civil municipal ou os bombeiros devem ser acionados caso seja notado qualquer movimentação de terra ou de rochas, inclinação de poste e rachaduras em muros e paredes. Nas últimas horas, já choveu em torno de 70mm. "Toda essa chuva é favorecida pela evaporação do mar, que está aquecido, e os elevados índices de umidade do mar que são transportados para as cidades litorâneas", explicou a meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues à agência de da Secretaria de Comunicação do Estado. A previsão do tempo da Epagri/Ciram indica sol com mais nuvens no Litoral.

Após apresentar o dobro do volume previsto de chuvas para o mês de janeiro nas últimas 48 horas, o estado de Santa Catarina continua em alerta para os danos causados e para possíveis novos temporais.

Notícias recomendadas

We are pleased to provide this opportunity to share information, experiences and observations about what's in the news.
Some of the comments may be reprinted elsewhere in the site or in the newspaper.
Thank you for taking the time to offer your thoughts.