Febre amarela: Vacina é necessária para quem vai viajar

Postos de saúde estão com filas para vacina de febre amarela

Postos de saúde estão com filas para vacina de febre amarela

A informação é do Ministério da Saúde. A recomendação do Estado à prefeitura é que sejam vacinadas apenas pessoas que forem para áreas consideradas de risco. Em 2017 foram aplicadas 9.640 doses e em 2016 o número foi de 1.074 doses aplicadas. Até o momento houve 40 casos autóctones (quando a vítima é infectada no local onde mora) de febre amarela silvestre confirmados em 18 municípios, entre eles Atibaia, Itatiba e Mairiporã. "No Rio de Janeiro e em São Paulo, onde vão ter que vacinar toda a população, são milhões de doses", explica. Segundo o Ministério da Saúde, estudo recente realizado por Bio-Manguinhos/Fiocruz aponta a presença de anticorpos contra febre amarela, mesmo após oito anos da aplicação da dose fracionada, resultado semelhante ao observado com a dose padrão no mesmo período. A vacina, depois de aberta, terá que ser fracionada e usada em até seis horas.

Taubaté é uma das 52 cidades do Estado de São Paulo onde haverá a Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela.

Apesar do envio das doses adicionais para São Paulo em função das filas extensas, o slogan da campanha do governo prega a racionalidade na vacinação: "Informação para todos, vacina para quem precisa". A campanha está prevista para ocorrer entre os dias 3 e 24 de fevereiro, com a aplicação de doses fracionadas. Desse total, 15 milhões receberão a dose fracionada da vacina e 4,6 milhões, a dose padrão. A dose não está indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pessoas imunodeprimidas, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (portadores de Lúpus, por exemplo).

Os moradores dessas cidades, caso recebam a dose fracionada, mas decidam viajar a um país que exija o certificado internacional de vacina contra a febre amarela, precisam tomar a dose padrão, segundo a agência.

Lembrando que países como Estados Unidos, Reino Unido e Portugal não exigem o porte do CIVP, mas mesmo que o seu país de destino não tenha a exigência do certificado, caso faça alguma conexão em países com a exigência, será necessário apresentar o CIVP. Vocês acham que eles não sabiam dessa peste de febre amarela?

Notícias recomendadas

We are pleased to provide this opportunity to share information, experiences and observations about what's in the news.
Some of the comments may be reprinted elsewhere in the site or in the newspaper.
Thank you for taking the time to offer your thoughts.