Volvo Ocean Race: tripulante cai no mar e está desaparecido

Martine Grael enfrenta adversários e o frio na regata até o Brasil

Martine Grael enfrenta adversários e o frio na regata até o Brasil

O velejador, que participa pela primeira vez na corrida, usava equipamento de sobrevivência quando caiu ao mar e já estão em curso operações de busca e resgate.

A Volvo Ocean Race informou nesta segunda-feira que o britânico John Fisher, do barco Sun Hung Kai/Scallywag, de Hong Kong, caiu no mar e está desaparecido. Já o restante da tripulação se encontra em segurança.

Fisher estava de guarda no momento do incidente e levava o equipamento de sobrevivência adequado quando caiu ao mar. A equipe e o Centro de Coordenação de Resgate Marítimo (MRCC) fazem uma busca, mas os ventos e o mar pesado dificultam.

Os responsáveis da VOR, que reconhecem estar "profundamente preocupados, especialmente dadas as condições meteorológicas", referem ainda que "não é uma opção desviar qualquer um dos outros seis concorrentes da Volvo Ocean Race, que estão pelo menos a 320 km mais a Leste e a favor do vento" para "auxiliar na operação de resgate", tendo sido identificado "um navio a aproximadamente 400 milhas náuticas de distância", que "foi desviado para o local". Os barcos saíram de Auckland no domingo e devem chegar a Itajaí (SC) entre 4 a 6 de abril.

No mesmo dia, a brasileira Martine Grael, integrante do AkzoNobel, relatou que a navegação tem acontecido com neve.

Notícias recomendadas

We are pleased to provide this opportunity to share information, experiences and observations about what's in the news.
Some of the comments may be reprinted elsewhere in the site or in the newspaper.
Thank you for taking the time to offer your thoughts.