Atlético-PR arrasa a Chapecoense em Curitiba: 5 a 1

Chapecoense marca último treino antes de estreia no Brasileirão para sexta-feira

Chapecoense marca último treino antes de estreia no Brasileirão para sexta-feira

Com a vitória por 5 a 1 o Furacão está momentaneamente na liderança do Brasileirão.

Após sair atrás do placar, o Atlético-PR virou e goleou a Chapecoense por 5 a 1 neste domingo, na Arena da Baixada, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Foram, pelo menos, seis chances de gol sendo duas delas evitadas pelo goleiro Jandrei. Wellington Paulista abriu o placar para a Chape. A equipe, porém, deve ter mudanças, já que o Rubro-Negro vai priorizar a Copa do Brasil. Na quinta-feira (19), encara o São Paulo, às 19h15 (de Brasília), no Morumbi, na partida decisiva da Copa do Brasil.

A equipe da casa quase marcou com um chute forte de Carleto, aos 12 minutos. O centroavante Ribamar protagonizou quatro lances e o meia Nikão, no mais claro, recebeu dentro da pequena área e parou em grande defesa do goleiro Condá.

A única jogada de perigo da Chapecoense veio aos 28 minutos. Aos 22', em falta cobrada da meia-lua da grande área, o lateral Thiago Carletto bateu com categoria, no canto direito de Jandrei. 3 a 1.

O tempo para lamentar a perda do título do Campeonato Catarinense foi curto e a Chapecoense trabalhou durante a semana pensando em estrear bem na Série A. O Verdão inicia a competição com a tradicional meta inicial: buscar a permanência e, depois, pensar com mais ambição. Com isso, o Furacão precisa de um empate para passar para as oitavas do mata-mata nacional. Carleto cruzou da esquerda, na medida para Pablo, que subiu bem e mandou de cabeça, no alto. 1 a 1.

O rubro-negro seguiu na pressão e aos 22 minutos Carleto, novamente foi cobrar falta.

Carleto, no fim, ainda assustou em cobrança de falta rente à trave. Wellington Paulista colocou a Chape na frente, mas o Atlético-PR reagiu com Pablo, Nikão, Carleto, Rossetto e Ederson. Matheus Rossetto recebeu cruzamento de Jonathan, dominou no peito, tirou da marcação e bateu. 4 a 1.

Com a posse de bola e no seu estilo de passes curtos e rodagem das posições o Atlético-PR dominou o primeiro tempo de jogo, mas voltou a pecar nas finalizações.

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, José Ivaldo e Bruno Guimarães; Jonathan, Matheus Rossetto, Camacho (Deivid, 41'2ºT) e Carleto; Nikão (Raphael Veiga, 45'2ºT), Pablo e Ribamar (Ederson, 10'2ºT).

Chapecoense: Jandrei; Apodi (Eduardo), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo (Guilherme) e Canteros; Arthur Caike, Wellington Paulista e Vinícius (Nadson).

Notícias recomendadas

We are pleased to provide this opportunity to share information, experiences and observations about what's in the news.
Some of the comments may be reprinted elsewhere in the site or in the newspaper.
Thank you for taking the time to offer your thoughts.